[FP] Tchekhov, Harper

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] Tchekhov, Harper

Mensagem por Harper S. Tchekhov em 09/08/13, 06:02 pm

Harper Tchekhov


Harper Stuart Tchekhov I

6 Anos

6 Anos

Brooklynn Proulx




Após séculos sem sequer uma bruxa na família, finalmente a espécie voltava a aparecer. E do modo mais improvável que poderia. Através do nascimento dos filhos de um casal de vampiros, Anni-Lu e Resardyn. Cujo amor deu fruto a Harper e Henri.
Harper era uma garota comum, como qualquer outra, morava em Londres com seus pais e já sabia que eles não eram normais. Mas na verdade Haps apenas pensava ser como qualquer outra, pois era muito diferente e especial. E descobriu isso da forma.. digamos, mais natural possível.
Havia uma grande e praticamente inativa biblioteca na mansão Belucci -família a qual o casal se juntou para não vagar sozinho. Os pais de Harper sempre diziam para nunca entrar lá, e ela os obedecia. Mas certo dia não resistiu de curiosidade e adentrou o local. Para a loirinha tudo ali era normal. Várias e várias prateleiras cheias de livros empoeirados e antigos. Mas um livro em especial lhe chamou a atenção. Ele estava sobre a mesa e sem nenhum grão de poeira, parecia que alguém estava o lendo, mas ela não se importou e pegou o livro, o fechando e levando-o para o seu quarto.
Assim que chegou em seu quarto se jogou na cama com o livro em mãos. A capa dizia "Spellbook ", Seus dedos correriam pelo título que era dourado e em auto relevo. Enquanto a garota sorria. Havia também um fecho dourado, uma presilha na verdade, que fechava o livro como se fosse um cadeado. E no meio dessa presilha havia o formato de um coração, como se fosse uma chave. E para a surpresa da garota seu colar -aquele que ganhara de sua avó- se encaixava perfeitamente ali. E assim que ale girou, o livro se abrir.
Assim que Harper virou a folha de rosto, um grande vento adentrou o quarto, bagunçando tudo, exceto a garoto, que parecia estar em uma bolha, vivendo em seu novo mundo. O mundo dos feitiços.

Abri a folha de rosto e virei a primeira página. Dizia ser um feitiço da invisibilidade. Soltei um leve riso, mas comecei a recitar os dizeres. E então algo me deixou sem fala. Olhei para minhas mãos e não as via. O choque foi tão grande que gritei e na mesma hora minha mãe estava na porta do quarto se lamentando por não ter me contado nada. Mas eu não estava a entendendo. O que ela devia ter me contado ? Que as bruxas, feiticeiras, das histórias de minha avó realmente existiam ?
Ela começou a recitar algo, acho que um contra-feitiço e eu voltei ao normal. Depois disso tivemos uma grande conversa e ela me contou tudo.

Você pode imaginar que o sonho de toda garota seria descobrir que possui poderes mágicos e incríveis, e moldar o mundo ao seu redor com eles. Mas este não era o sonho de Harper, tudo o que ela mais queria, desde criança, era simplesmente ser normal. E graças a seus poderes mágicos a mente da garotinha se desenvolvia mais rápido que seu corpo e ela poderia pensar como nenhum outro bebê, além de seu irmão Henri é claro.

Desde pequena, sua mãe lhe contava histórias... Histórias sobre criaturas místicas. Mesmo aos dois anos, ela já entendia tudo o que Anni contava... Mas gostava principalmente nos contos das pequenas e delicadas bruxas. Achava tão fascinante aqueles seres mágicos, com aqueles contos citando tudo o que eles podiam fazer... Mas a realidade é outra. Ser uma bruxa não é legal. Pode ter seus pontos positivos; mas os pontos negativos eram mais fortes. Mas vamos sair de devaneios.


(...)



Quinze anos era a idade que Harper tinha ao ver tudo mudar, da água ao vinho. E mesmo odiando saber que não era normal ficou feliz, aliás, tinha poderes agoras e poderia ajudar as pessoas, por mais que essa não fosse sua real intenção por de trás deles.

Descrição Física

Harper é uma linda garotinha com cabelos finos e levemente ondulados em um tom chamado loiro amorangado. Sua boca é vermelha ao natural, assim como suas bochechas, que por sua vez contém algumas poucas sardas. Seus olhos são como duas enormes esmeraldas que dão cor ao rosto da garota, mas eles variam do verde absoluto ao vermelho profundo ou negro. Sua pele é como seda e branquinha, deixando a garota parecida com uma linda boneca. E seu corpo é delicado, contendo as curvas que já demonstram como a garota se tornará ao mais velha
Descrição Psicológica


Doce, meiga, calma e sobre tudo obediente. Harper amava seguir o padrão garota frágil que necessitava de proteção. Mas conforme foi crescendo se tornou uma garota fria, manipuladora e mimada ao extremo. Sempre alcança seus objetivos, pouco se importando com os métodos que devem ser usados para conseguir tal feito. Arrogante? Possessiva? Ciumenta? Esse é o lado que Harper sempre deixa os outros verem, mas Tommy -seu ursinho de pelucía que ganhou do irmão e seu maior confidente- sabe a garota que Harper é por de trás dessa máscara. Uma garota fofa, querida e sensível que odeia se mostrar frágil, por já ter sofrido demais por isso. Passando então a se esconder por uma máscara de pura raiva, ódio e dor. Mas as máscaras sempre caem queriada Haps, e a questão é: Até quando vai conseguir segurar a sua?



Outras coisas

• Harper nasceu alguns minutos antes que seu irmão gêmeo, Henri.
• A garotinha é a única herdeira legítima do trono Francês já que o irmão morreu.
• Sempre deixa clara sua preferência pela mãe.
• Odeia o avô materno.
• Fez aulas de balé, sabendo dançar muito bem; assim como aulas de piano


©



You're Idiot!




Copyright © 2012 McT all rights reserved.
avatar
Mensagens : 4
Idade : 4

Ficha do personagem
Energia | Sede:
1000/1000  (1000/1000)
Habilidade: Nenhuma
Experiencia :
100/100  (100/100)

Harper S. Tchekhov
Trí-hibridos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum